Quarta-Feira, 8 de Julho de 2020
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
A Embrapa | Página Inicial | Ouvidoria | Mapa do Site | English | Portugus | A- A+

A Bacia Amazônica possui o maior sistema hidrográfico do planeta, cobrindo cinco por cento da superfície terrestre, 2/5 da América Latina e 50% do território Brasileiro. Sessenta por cento da Bacia Amazônica, que drena aproximadamente 1/5 da água doce do mundo, estão no Brasil. A temperatura média é por volta de 25oC, com chuvas torrenciais distribuídas durante o ano todo. A geomorfologia do bioma é diversa, com planaltos, planícies e depressões. A vegetação característica é a Floresta Ombrófila Densa.

O Brasil tem buscado soluções ecologicamente corretas e eficientes para agricultura e pecuária já estabelecidas na região, de forma a evitar a abertura de novas áreas de produção.

Estudos apontam que a agropecuária tem contribuído no processo de emissões de gases de efeito estufa (GEE), principalmente em pastagens com altos níveis de degradação. Existem, no entanto, sistemas consolidados que, utilizando fundamentos científicos e alternativas tecnológicas, são capazes de produzir mais por unidade de área, usando menos recursos, com menores impactos sobre a biodiversidade e reduzindo as emissões de GEE.

Por meio do PECUS Amazônia, a Embrapa e seus parceiros estão dedicados a investigar o sistema solo/planta/atmosfera para obter informações sobre o ciclo de nutrientes e a dinâmica de GEE nos sistemas de produção pecuária mais importantes deste bioma.

Sistemas de produção em avaliação: produção intensiva de búfalos em pastagens; produção de gado de corte em várzeas; sistemas integrados de lavoura-pecuária-floresta em áreas de Babaçú; gado de corte em pastagens consorciadas.

Voltar